<!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </head> <body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d2957003844847580245\x26blogName\x3d%5B%E3%81%82%E3%81%84+%E2%98%86++%E7%99%BD%E3%82%92%E4%BF%A1%E3%81%98%E3%81%A6%E3%82%8B%5D\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://majika-ru-wing.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://majika-ru-wing.blogspot.com/\x26vt\x3d7545170326707384402', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Humming Rainbow parte II

terça-feira, 25 de maio de 2010

''Era só o que me faltava, agora encontrar uma parada, um colônia de passeio de senhoras de idade lésbicas . E cá entre nós, fazer aquilo debaixo do solzão do nordeste não era nada motivador.''

Cheguei a biblioteca e fui como de costume para o terceiro andar tentando manter apenas em mente a matéria que estava estudando e ignorando toda aquela movimentação em rumo ao Congresso Nacional. ''Agora terei um momento de descanso''. Pensamento ingênuo, o meu.
 Quando ouvi um cara com voz de 'xuxa' falando do nada em um microfone em um tom consideravelmente alto, percebi que aquilo estava longe de acabar. Relevando o fator de que eles estavam concentrados a uma distância enorme da Bnb.

'E aí meninos e meninas? 
Cadê o povo do Rio de Janeiro? Cadê o povo de Mato Grosso? Cadê o povo do Piauí? Cadê o povo não sei de onde?  

Para quem havia se assustado com o casal de velhinas de MG, agora fique pasmo com isso que foi dito acima.
Por acaso o Brasil todo está la fora e não estou sabendo? Foi o que pensei começando a ter uma leve irritação com toda aquela algazarra colorida. Isso sem dizer que a todo momento haviam gritos e sempre trocavam a pessoa que falava ao microfone, claro estranhamente  por coincidência a pessoa sempre tendo voz de xuxa.

Mas existe um ponto a se levantar, o que eu classifiquei como 'parada' na verdade não era bem assim, as pessoas estavam devidamente vestidas e não haviam aqueles carros alegóricos e tão pouco aquelas pessoas semi-nuas. Mais para frente fiquei sabendo que isso tudo tinha um motivo, e para ser mais exato era : 
  
''Marcha contra a Homofobia em Brasilia''

''O Dia Nacional de Combate à Homofobia será o pano de fundo para a realização do VII Seminário de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis (LGBT) no Congresso e culminará, na quarta-feira (19/05/2010), com a primeira Marcha Nacional contra a Homofobia em Brasília.''

 A coisa ia muito mais além do que eu pensava.Um movimento anti-homofóbico estava acontecendo do meu lado e eu nem fazia ideia, Oh céus. u-ú 
E pelo visto o negócio foi mesmo 'Punk', pois teve até mesmo a presença de dois participantes do ultimo BBB. É claro que vocês sabem quem são né?  Eles mesmo, Serginho e Dicesar (?). E nosso  'célebre' presidente Lula molusco, acompanhava tudo de longe, estando em uma viagem internacional. Gente rica, sabe?

Bom, isso me deixa um tanto quanto frustrado. Eu poderia atuar como 'fotógrafo' se tivesse levado minha câmera e depois fazer uma matéria mais decente aqui no blog, pois minhas fontes são todas achadas no Google. E ainda poderia colocar meu ponto de vista sobre tal, detalhar melhor as coisas e escrever algo mais aprofundado. Mas no final nem sequer participei de tal movimento.Então nessa situação é melhor ficar calado para evitar transtornos né? Mas enfim dúvidas de vocês respondidas![pelo menos eu acho]. E é cada uma que me acontece!


E porque diabos, logo agora que eu passo a levar minha câmera pra cima e pra baixo não acontece mais nada?




14 Comentários



it's 11:26 now



Humming Rainbow parte I

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Rainbow Rainbow Rainbow La lan la.

Olá cara de pudins! Mais uma semana se passou e olha que foi uma semana bem corrida por sinal. 'Tempo' foi a palavra que mais me fez falta nesses últimos 5 longos,puxados,corridos,torturantes, massacrantes,sonolentos & cansativos dias. E uma coisa um tanto quanto estranha aconteceu comigo... certo certo, eu sei que coisas do tipo sempre acontecem comigo mas essa em especial quero compartilhar com vocês, preciosos leitores. HÁ.
Eis que como qualquer coisa, esse fato também teve um começo então sejam pessoas educadas e digam 'Olá' para ele, pois estou acabando de lhes apresentar.

[flashback mode ON
Estou voltando para a minha rotina normal, se é que eu posso chamá-la de normal.Ok, cara amassada, olheiras denunciando uma noite mal dormida e cabelos rebeldes ao vento, estava em um estado tão 'from mendigo' que deixo para vocês usarem a imaginação livremente e tentarem imaginar tal. Estou fazendo meu caminho diário até a BNB.O dia aparenta estar totalmente normal. O termômetro marcava 29 graus, um sol do Nordeste e mãos a obra, lá vou eu em mais uma caminhada.

Mas perai! se ficasse só por isso mesmo eu não estaria contando isso para vocês. Então tá, de longe vejo um homem com passos apressados carregando uma bandeira um tanto quanto chamativa... sendo mais exato nessa bandeira havia o arco-íris.
-Essa parece a bandeira de um movimento gay - pensei.


Estava andando cabisbaixo por estar com um acumulo de sono muito grande, logo andava com a cabeça meio voltada para o chão, e no momento em que a levanto um pouco me deparo com algo um tanto estranho. Pois é, desisto de ter dias comuns, dessa vez o negócio foi 'du réu' mermão!


um minuto de silêncio por favor, que o suspense fuleiro domine aqui agora.
Quando eu olho mais além, além alééém! Me deparo não só com um cara, mas sim com VÁRIOS estando com bandeiras coloridas.

-Certo, uma parada gay fora de época em plena quarta-feira em um lugar totalmente improvável?
Fiquei um tanto sarapantado.
Olhares curiosos os observavam e pensei : 'Que diabos eles fazem aqui logo hoje? pessoas desocupadas heim?
Iam caminhando  em direção ao Congresso Nacional [ alguns podem não entender, e outras podem ao saber onde fica a BNB] e a Biblioteca ficava naquela direção. Logo eu acabaria os acalçando não intencionalmente e os ultrapassaria para chegar a tal lugar. E para completar só faltavam pensar que eu também estava na parada gay e de 'brinde' receber uma bandeira para ficar mais no 'clima'.

-YUP! vou participar de uma coisa dessa pela primeira vez da maneira mais aleartória possível! -pensei ironicamente.


Continuei a caminhar afinal queria logo chegar ao meu destino e evitar ficar mais tempo pegando sol e nisso fui passando por um grupo de senhoras de idade, de mãos dadas com umas blusas roxas sem bandeira alguma. Elas estavam BEM antes da 'parada' e caminhavam na velocidade de uma lesma. Pensei que elas estavam a passeio, pois estavam com bonés, shorts próprios para caminhadas e bolsas leves com garrafas d'água. SEJAM SINCEROS, na minha situação vocês iriam achar o mesmo né? que elas estavam a passeio. Mas como de costume as coisas relacionadas a mim costumam ser bizarras e essa não fugiu a tal conceito.
Ao olhar para o slogam e a frase escrita na blusa de uma das senhoras leio :


'Movimento de lésbicas e gays de Minas Gerais'


Mensagem comun em blusas de senhoras de idade ... né? a primeira coisa que me veio a mente foi : 


-Minas Gerais? WTF? 

 Uma quarta-feira, uma parada gay, um casal de velhas loucas lésbicas, tudo isso no meu caminho para a biblioteca, Só comigo mesmo pra uma coisa dessas acontecer. e_ê
 
17 Comentários



it's 22:52 now



Orange Eyes, Orange Face.

quinta-feira, 13 de maio de 2010



  #Alô Alô meus queridos, a preguiça bate a sua porta. ~    *som de sanfona com um pouco de forró ao fundo, peguem os instrumentos de faxina, vim tirar as teias de aranha do blog*  

Então, é só passar um tempinho fora daqui que um monte de coisas acontecem. Mas quem disse  que conto tudo aqui? seria um tanto quanto 'fofoca coletiva' e não quero ver seres aleartórios bizarros desocupados comentando da minha vida. Mas então o que falar? Todavia, em meio a tantas coisas o que é inegável é o fato da minha vida não ter deixado de ser uma coisa aleartória.

Mas o que é isso? acho que tenho que criar mais vergonha na minha #facepalm e viver mais calmamente,afinal sou um senhor de idade. O meu nível de esquisitice anda aumentando a cada dia que passa.
Como se não fosse o bastante chegar de um dia de aula cansado, o bonito aqui ao descer do ônibus, ou meio que começando a fazer isso vê o motorista de aproximando da parada e abrindo a porta. Motivado pelo impulso eu vou descendo as escadas e acabo pulando do ônibus AINDA em movimento. Chutemos uma quantia pequena... 5KM/H. Todavia cai no chão parecendo um bêbado e fui cambaleando quase metendo a Po-Po-Po-Po-Poker Face no chão. *detesta a Gaga, mas não podia perder essa*

Certo, não é o bastante né? Ainda vindo incluído no 'Pacote', andando pela rua tenho a brilhante descoberta de que enchendo a boca de biscoito eu consigo imitar a 'Neko/cute voice' de Cagayake! Girls - K-On! Male version... vocês tão pouco fazem ideia do que estou falando, mas e daí? tinha que divulgar isso aqui.Ignorando as risadinhas abafadas de pessoas que passavam por mim e que eu fingia não ver, foi até algo divertido.

E o que deu afinal nas pessoas? todo mundo resolveu namorar do nada?
Mais gente... de amigos até desconhecidos. Ah quem falasse que aquele menino nerd que sempre sentava na primeira cadeira, e a menina stressada de cara-de-bunda que sempre fora do 'fundão' um dia iam chegar de mãos dadas com a rotulação de 'Namoro' estampada no cara.
Pois é... foi do nada MESMO.
Mas é como todos dizem, o que vem fácil vai fácil, e eu continuo com o cargo de ser mais encalhado da face da terra.(não que eu ligue muito pra isso, é só draminha do momento)

De um louco esportista que se joga dos ônibus ainda em movimento, até aquele que enche a boca cheia de biscoitos ainda tenho a capacidade de inventar virar um rato de biblioteca. Certo, o que é de conhecimento aos poucos é que no meu primeiro dia que inventei tal, na BNB eu tinha que ir para o segundo andar e tão pouco conhecia aquele lugar. Cheguei até mesmo a ficar um pouco perdido devido ao tamanho daquela budega. No fim como se não fosse o bastante, o botão do elevador estava quebrado e tive que parar em todos no fim tendo a decisão de descer no terceiro e sair pelas escadarias para chegar até o segundo andar. Uma coisa linda, não? Releve o fato de haverem quatro elevadores e justo o que eu pego ser o que tinha o botão quebrado. Mais para frente fui direcionado a uma sala em que eu tinha a impreensão de que se dobrasse um PAPEL as pessoas iriam olhar feio para mim/ iam me engolir.#tristezageral.
Pelo menos ao ser jogado aos canibais, vi que valeu a pena pois a sala era 'Top' de linha.

E o que isso tudo tem haver afinal?
A resposta pode ser várias coisas, mas a viável no momento é : nada. É apenas um reflexo do meu dia-a-dia, poderiam até ser nomeadas como 'As aventuras de Magi', mas aí já seria levar isso tudo muito a sério. Ou então... lembra? vim tirar as teias de aranha daqui. <3





21 Comentários



it's 23:48 now



[O.S Project Noobway Parte III]

quinta-feira, 6 de maio de 2010

                                                               Garden of Illusion

''Apenas uma mordida, e a porta para o leve e intenso êxtase desse pequeno fruto inicialmente destinada somente aos deuses será aberta''

-Vamos lá meu camarada, temos um longo caminho ainda a percorrer! Como eu lhe disse, apenas juntos poderemos sair daqui, então eu preciso de você agora mais do que nunca,pu.

Kamui sentiu um arrepio gelado percorrendo cada extremidade do seu corpo e logo em seguida uma sensação calorosa e empolgante, pela primeira vez depois de todo aquele curto período na velha casa. Seu coração já não sabia como era a sensação de se sentir bem devido à tanto espaço ocupado por escuridão.
Foi pego de surpresa quando Poru deu um assobio fazendo um bico com a boca e estendeu o braço abrindo a mão e deixando-a com a palma aberta. Logo em seguida seu chapéu estranho como um ‘passe de mágica’ foi flutuando lentamente até parar exatamente no centro da palma daquela mão pequenina. Tyfi voltava a ficar inquieta dando voltas sobre a cabeça de Poru.

-Vejamos... Vejamos... –Enfiou a mão dentro do chapéu e começou a vasculhar dando a entender que estava procurando algo.

-Espere só um minuto Kamui, estou procurando algo muito importante, algo que para ser mais exato é para você!pu.

Kamui se manteve calado, mas naqueles segundos que se passavam milhões de coisas habitaram sua mente. Imaginou Poru tirando um coelho da cartola que nem nos desenhos que vira na infância, imaginou ele tirando uma varinha mágica e agora falando que ele tinha a chave para sair daquele lugar maluco sacudindo-a aleatoriamente e fazendo magia, ou então que ele tiraria biscoitos e chocolate quente afinal como era ao mesmo tempo ‘um só’ com ele, talvez ele soubesse que estava com fome, ou que tiraria qualquer coisa maluca que o surpreendesse, mas ainda deixasse a situação enigmática. E o tempo foi passando e nada dessa coisa importante ser achada, o que causou o início de um certo sentimento de impaciência em Kamui,que de paciente já estava sendo o bastante.

-Veja, veja! Até que enfim achei essas danadinhas... aposto que se esconderam dentro do meu chapéu de propósito para me deixarem irritado! Pu. –disse logo em seguida fazendo uma expressão de alívio.

-Danadinhas? ... –perguntou Kamui arregalando os olhos de surpresa.

-Sim, eis que agora tenho a chave para você sair daqui! Feche os olhos e só abra quando eu mandar ok?

Kamui obedeceu e fechou os olhos lutando contra uma vontade enorme de abri-los desobedecendoPoru e assim dando fim aquele mistério todo que para ser sincero ele achava desnecessário. A ansiedade passou a consumi-lo, era até engraçado passar a refletir como agora estava tendo sentimentos antes perdidos, que no ‘mundo normal’ em que sempre vivera, ele os consideravam inúteis e jamais sentia necessidade de senti-los. Mas ali parecia que eles brotavam novamente no seu ser querendo ele ou não, e a intensidade lá sentida era bem maior do que no lugar de onde ele vinhera.

-A espera acabou! Abra-os, por gentileza, pu.

Abrindo os olhos, ficou um pouco frustrado. De todas as coisas inimagináveis que havia pensado nada de comparava algo tão ‘normal’ como o que agora estava diante dos seus olhos. Aquilo o desanimara totalmente, não era um coelho, e nem iria mais virar um bruxo mesmo não tendo nascido para isso, tão pouco era algo desconhecido. Mas quanto mistério não? Vamos logo ao ponto principal... Eram nada mais nada menos do que três maçãs. Isso mesmo! Maçãs. Uma de coloração vermelho sangue, um vermelho tão intenso e atrativo que dava água na boca e que despertou o apetite de Kamui no mesmo momento. A segunda era de uma coloração dourada que ao mesmo tempo dava a parecer que a maçã era feita de ouro, o que fez Kamui imaginar-se mordendo a maçã de ouro e ficando banguela com todos os dentes caindo. E a terceira era verde, um verde que deixava Kamui enjoado ao pensar no ezedume que iria sentir ao colocá-la na boca.

-Agora...- Poru nunca esteve com uma expressão tão séria, todo o clima daquele ambiente sombrio ficou pesado e Kamui começou a sentir um certo desconforto ao fitar as três maçãs que estavam diante dele, criando uma má intuição.
E continuou.
- Entre essas três maçãs que tenho, uma delas é a chave para você ir para a próxima etapa...-fez uma pausa- ... que se chama ‘Garden of Illusion’,pu.

-Vou explicar o que você deve fazer, e me escute com atenção seu cabeça oca,pu!


22 Comentários



it's 17:15 now



De cara nova :3 ~

terça-feira, 4 de maio de 2010

Hey Hey ! Eis que venho com uma nova postagem só para descontrair.
É até engraçado como o mês mal começou e já estou indo para a terceira postagem do mês, sendo que 'ironicamente' estamos no dia 03 de Maio. (entenda o trocadilho de 1 postagem por dia) -we

Andei doente nesses dois/três dias. Era uma mistura de dor no ouvido, garganta inflamada, nariz escorrendo/fungando, e olhos lacrimejando. Não que eu esteja melhor agora...Aconteceu que criei vergonha na cara e tomei remédio, coisa que raramente faço. u3u
E para aqueles que sabem que eu raramente fico doente e quando fico é pra matar, que estejam de prova as pessoas da minha sala que viram minha cara toda acabada e doente. (?

Então, falando em cara devo mencionar o que é visível aos olhos de todos agora, então, meu blog está de 'cara' nova.
Sabe quando eu disse que precisava de uma 'reciclação' no Majikaru Wing? Então... na minha árdua procura por um aparência nova para esse blog eu acabei mudando para esse aqui. Digamos que eu já o conheça desde que passei a me entender por blogs, mas sempre o deixei como segundo plano para usar e agora na falta de opção estou usando-o. 
Isso que dá o meu perfeccionismo e detalhismo. u-ú 


Então serei bem breve nessa postagem, e para finalizá-la colocarei as duas fotos dos outros layouts que já usei no blog. Esse aqui é o terceio. :3
O triste é ver que agora não existe aquela presença toda de verde e que tão pouco agora tenho aquela árvore de alface e o arco-íris no fundo da postagem. T^T
Bom, qualquer coisa volto a usar aquele novamente. -s


Por hoje é só, fiz o posto exclusivamente para mencionar a nova aparência do blog. u-ú


jya nê <3
Primeiro Template usado :





Segundo Template usado : 




17 Comentários



it's 00:22 now



Espaço Otaku

domingo, 2 de maio de 2010

Para início de mês, o público denominado 'otaku' e para quem sabe, 'simpatizantes' de tal rotulação  tiveram mais um evento aqui em Brasília chamado Espaço Otaku. Tendo sua  24ª Edição, dessa vez não quebrando a tradição o evento aconteceu no colégio Polivalente, dia 1°de Maio. Inicialmente um evento pequeno,  de preço do ingresso  acessível a todos custando apenas 8r$, o Espaço Otaku não acontecia fazia um bom tempo, sendo que teve uma edição paralela denominada Espaço Otaku Up! que aconteceu no dias 29 e 30 de Agosto do ano passado, até então o evento não teve mais edição e tão pouco era falado ou comentado pelas pessoas.

Com início as 11 horas da manhã, a princípio o evento estava vazio, somente tendo uma quantidade considerável de pessoas a partir das 13h. As salas presentes eram poucas, como já esperado do evento. Sendo as que pude perceber : Matsuri , Twister,Game room e outra mais para a frente usada para uma 'Rave Otaku'. Os Standes tinham uma concentração no pátio coberto e não pude deixar de notar que as pessoas donas dos Standes eram as mesmas pessoas das edições anteriores do evento.
Já para os mais 'energéticos', houve a utilização das quadras do colégio, a situada na frente estava sendo usada para jogo de vôlei e um pouco mais para frente fiquei sabendo que a de trás estava sendo usada para futebol. Sim, debaixo daquele sol de quase 28° ou mais haviam pessoas com uma disposição surpreendente. E para os menos 'energéticos' os arredores do colégio era usado para as pessoas passarem o tempo no gramado.
A 'Arena', foi onde ocorreu o animekê livre e o concurso de tal. Os mais voltados para a música tiveram a chance de mostrar do que eram capazes e de expressarem assim seu amor pela música, o concurso foi 'aberto' por um dos juízes e no final  não teve muitas pessoas inscritas.E de corajosos participantes, algo notável era que haviam em média somente 'veteranos', um público mais 'adulto' e que frequentam eventos há muito tempo. 


Já na questão de Cosplay, a situação estava precária. É certo que quando as pessoas escutam 'Espaço Otaku' elas já descartam de cara ir de Cosplay. Por diversos fatores incluindo o evento ser pequeno, e as pessoas irem mais 'à vontade' ficando por isso mesmo. Dos cosplays pude contar nos dedos os que foram e se tiverem passado de cinco foi muito.


Com um breve resumo o evento foi isso. Mas creio eu que por mais que ele não tenha sido tão marcante, o essencial foi a participação das pessoas para que o evento acontecesse. E o fato dele ser pequeno é a 'marca registrada' do E.O, que na primeira tentativa de ampliação não teve resultados tão positivos como é de conhecimento de todos (E.O UP!). A questão de eventos aqui em Brasília anda um tanto polêmica, devido à constantemente estarem aparecendo novos eventos como exemplo o Onigiri que teve sua primeira edição esse ano e as pessoas ficarem insatisfeitas.E assim só colocando expectativas nos dois maiores eventos daqui que são o Kodama e o Otacon. Todavia, é de extrema importância a participação das pessoas para que o evento realmente aconteça. E quem sabe aconteça o que tanto está faltando, que é a 'Magia' dos eventos que todos já sentiram pelo menos uma vez.



créditos das fotos : Pockà, que ficou literalmente o dia todo com a minha câmera.





4 Comentários



it's 11:45 now



Fruto de uma insônia.

sábado, 1 de maio de 2010

.TADAM.
Eis que começo o primeiro post do mês de Maio, em plena 01:14 no auge da minha insônia.
Mais um mês se passou, né? O ano está passando rápido de mais para o meu gosto. Acho que quando eu era criança o tempo passava mais devagar e eu tinha mais tempo para aproveitar a vida. Hoje em dia tudo passa em um piscar de olhos e é tudo tão corrido que no final vira um acúmulo de stress e aí já viu. Lá sem foi Abril e Maio começa já um tanto preocupante ao meu ver. Acho que a parte de ter péssimos-pré-mal-pressentimentos (? [se for correto falar assim] sobre esse mês não me é de total descarte. Mas mesmo assim, esse é um mês que eu espero aparecer com mais frequência por aqui.

Todavia, hoje [apesar de ter sido ontem, dia 30 de Abril] até que terminei o mês de uma maneira um tanto tranquila. Agora se pergunte como é esse 'tranquilo'. Bom, não foi nada mais nada menos do que com a Pockà em uma padaria em Águas Claras sentado em um banco do recipiente comendo alguma coisa tendo 'Damasco' no final do nome usando a Internet wi-fi do do local pelo fato de ela estar sem internet. Creio que tenhamos ficado por volta de umas 3h sentados arrumando o novo Blog dela a qual sou mencionado em 'recomendações' ou coisa do gênero. E eu não pude deixar de notar que, ao estar com ela fazendo os ajustes finais no layout e designer do blog e ao estar presente no momento em que ela fez a primeira postagem, houve uma certa sensação que eu também senti quando postei pela primeira vez no Majikaru wing, mas que atualmente não ando mais sentindo.

Todavia, como todos já devem estar cientes eu mencionei sobre como é difícil manter um blog, logo para uma pessoa como eu um tanto atarefada, mas também devem estar cientes do que eu disse a um tempo atrás sobre manter esse blog ativo, que é o que farei. E vale mencionar que dia 29 ele completou 5 mêses. O bixim tá ficando velho. u3u
Atualmente, ando pensando em uma 'reciclação' aqui. Comecei a providenciar a procura de um novo Layout, que não destaque mais o plano de fundo do que a postagem em si. E também pensei em postagens um tanto mais inovadas, não sendo a coisa maçante de sempre submeter os leitores à histórias com continuações que demoram mêses para sair, e as quais eu comecei a sentir uma certa 'pressão' ao invés de 'diversão' ao passar a escrevê-las. Sei-lá, estou a procura de algo mais leve, mais suave e mais carismático. Mas a difícil tarefa de achar isso tudo em um é um tanto desafiadora.

Então, Majika-ru-wing precisa desesperadamente de uma 'reforma', em todos os sentidos.
Outro desafio é tentar transformar esse blog um tanto mais voltado para algo 'pessoal' , o que não vejo como uma má idéia. Todavia são apenas planos, mas que amanhã quem sabe eu possa colocá-los em prática.


Por hoje é só. Jya nê.<3
0 Comentários



it's 00:59 now






☆ Majikaru Wing.☆
[黒執事] Ciel Phantomhive - 2011 version 1.0.

Layout/CSS: Magi; Images:Photobucket;

Image header : Sora.
since 2009.
☆ The creator
Sou chamado por um apelido curto e bobo, duas sílabas para ser mais exato,Magi. Faço jus ao típico clichê de não saber falar de si mesmo,todavia o pouco que acredito saber sobre mim considero um bom começo.
Me considero uma pessoa um pouco estranha, e quando eu digo estranha, é estranha mesmo! Bom, agora eu estou me perguntando por que estou escrevendo sobre mim para estranhos lerem, mas bem, é meu blog afinal e devo falar de mim aqui... Que coisa heim?


☆ About the Blog

Criado no dia 29 de Novembro de 2009. Acho que esse Blog é o reflexo do meu ego. Aqui é o local onde tenho minha criatividade desafiada, onde a motivo a me mostrar até que lugar pode chegar. Até o momento não considero ter chegado muito longe,porém meus passos nesse curto caminho estão todos registrados, em palavras. Sejam em pequenos textos, sejam em textos medianos ou até mesmo enormes, o que importa é que eu nunca deixe de tentar alcançar novos lugares e que aqui seja a prova viva desse meu esforço, compartilhado com alheios.

☆ Blog Archive

Aos meus registros eternamente inacabados.

Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010
Junho 2010
Julho 2010
Setembro 2010
Dezembro 2010



☆ Magi Stuff

  • My TUMBLR

  • ORKUT Profile II

  • My ThreeWords

    ☆ Recomendo!



  • にこさうんど# (nico nico)

  • Kosurupei Horic

  • Asian Nation (J-music mp3)

  • Animania Club (Anime mp3)

  • Onigiri Quase Prédio

  • Quando a neve derrete

  • We can fly

  • District of broken dreams

  • Komadori

  • Big house of a little girl

  • Caixa de Pandora


    ☆ Amebas Stalkers


    ☆ 片翼の鳥


    MusicPlaylist
    Music Playlist at MixPod.com




    my space statistics
    Apple software